Mato Grosso em Foco Publicidade 1200x90
27/04/2023 às 11h36min - Atualizada em 27/04/2023 às 11h36min

Concurso público para quadro técnico e docente em discussão na ALMT

Por requerimento do deputado Lúdio Cabral, debate teve a presença de sindicalistas, docentes e de pró-reitor administrativo da instituição

https://www.al.mt.gov.br/midia/texto/concurso-publico-para-quadro-tecnico-e-docente-em-discussao-na-almt/visualizar

“Após dez anos da realização do último concurso público para docentes, a necessidade urgente de realização de novo concurso na Unemat salta aos olhos, tanto quando observamos o número crescente de docentes substitutos em relação ao número decrescente de docentes efetivos, mas também quando observamos a ausência de docentes efetivos em alguns cursos, resultando em evidentes fragilidades institucionais e acadêmicas para tais cursos e para a própria universidade”.

Assim o deputado estadual Lúdio Cabral (PT) justificou o requerimento que, aprovado, resultou em amplo debate sobre a urgência de concurso público para ao menos mitigar a carência de pessoal técnico e docente que se apresenta na Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat).

Embora tenham sido convidados os titulares da Secretaria de Planejamento e Gestão, Basílio Bezerra Guimarães dos Santos, e da pasta de Ciência, Tecnologia e Inovação, Allan Kardec Benitez, além da reitora da Unemat, Vera Lúcia Rocha, apenas esta se fez representar – por meio do pró-reitor de Administração, Miguel CastIlho Jr.

DEFASAGEM

Castilho Jr. esmiuçou o quadro: a defasagem é maior que a expectativa de vagas para o esperado concurso público, em ouras palavras, o certame apenas vai amenizar a deficiência de efetivo, tanto na área técnica, como na cátedra.

“Precisaríamos de pelo menos 400 técnicos, e mais docentes também, mas a perspectiva de vagas que conseguimos em entendimento com o Executivo ameniza bastante a carência”, explicou a pró-reitor.

A previsão, segundo ele, é de 260 vagas para técnico e outras 200 para docentes.

Adiantou que a instituição já tem previsão de recursos para a realização do concurso público – ao custo de aproximados R$ 2 milhões (técnico) e superior a R$ 5 milhões (docência). Se todos os aprovados forem nomeados para as vagas, o impacto será de R$ 20 milhões (200 docentes) e R$ 9,5 milhões (150 técnicos) – a folha atual compromete já 88% do orçamento da Unemat.

A nomeação imediata de pelo menos 150 técnicos – das 260 vagas previstas – é dada como certa, em substituição aos que atualmente trabalham em regime de contratação temporária.

URGÊNCIA

Já o presidente da  Associação dos Docentes (Adunemat),  Domingos Sávio da Cunha Garcia, lembrou novamente que em dez anos sem realização de concurso público a instituição cresceu em descompasso com o aumento do quadro efetivo.

“O último concurso público foi em 2013 e de lá pra cá, muitos técnicos e docentes se aposentaram, novos cursos foram criados e novos campi, o número de acadêmicos aumentou expressivamente, enquanto o quadro de pessoal decresceu”.

A urgência foi reiterada pelo deputado Lúdio Cabral.

“A realização do concurso público é de extrema necessidade, é preciso reforçar a importância da Unemat para Mato Grosso, em todos os aspectos do desenvolvimento do estado”, assinalou.

 

(065) 3313-6459

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://matogrossoemfoco.com.br/.