Mato Grosso em Foco Publicidade 1200x90
30/05/2023 às 20h37min - Atualizada em 31/05/2023 às 00h02min

Membro de facção é preso por espancar homem a pedido da esposa da vítima

RDNews
https://www.rdnews.com.br/policia/membro-de-faccao-e-preso-por-espancar-homem-a-pedido-da-esposa-da-vitima/176616

Um dos autores de uma sessão de espancamento usando madeiras com parafusos nas pontas e de uma tentativa de homicídio no início de maio em Cuiabá foi preso preventivamente nesta terça-feira (30) pela equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá. Ele havia cumprido uma ordem do "tribunal do crime" a pedido da esposa da vítima, um homem de 40 anos.  
O marido foi espancado no dia 4 de maio e encontrado ensanguentado, queixando-se de muitas dores. Ele relatou que estava sozinho em casa, no bairro Novo Colorado, quando foi chamado do lado de fora por um homem que não conhecia. Quando saiu, já recebeu um golpe e depois se seguiram as agressões por parte de cinco pessoas, armadas com pedaços de madeira com pontas de parafuso.

O grupo dizia que integrava uma facção criminosa e cumpria ordem do "tribunal do crime". Após o espancamento, um dos criminosos apontou uma arma para a cabeça da vítima e somente não concluiu o disparo porque uma mulher entrou na frente e implorou para que a vítima não fosse executada.

De acordo com o atendimento prestado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a vítima sofreu fratura em um dos braços, além de várias lesões e hematomas, sendo foi encaminhada ao hospital municipal. Foram identificados sinais de agressão física no local em que a vítima morava, como sangue próximo à quitinete, além de pedaços de madeira dentro e fora do conjunto de casas.
Testemunhas ouvidas na delegacia especializada apontaram como foi o ritual de espancamento. Com base nas informações coletadas, a equipe da DHPP apontou dois envolvidos, inicialmente, no crime. No dia 5 de maio, o mesmo homem preso nesta terça foi detido em flagrante, mas liberado em audiência de custódia.

Em interrogatório, o suspeito negou qualquer envolvimento no caso, inclusive, se passou por amigo e patrão da vítima no segmento de pintura predial. Contudo, as informações reunidas nas diligências e corroboradas no próprio depoimento do investigado é de que após uma discussão entre a vítima e sua esposa, esta deixou a casa e foi à procura de integrantes de uma facção para solicitar providências, sendo que a pessoa procurada foi o então autuado.

O delegado Caio Fernando Albuquerque autuou o suspeito por homicídio qualificado tentado e por integrar organização criminosa. A Polícia Civil encaminhou representação à Justiça pela prisão preventiva, que foi posteriormente deferida pelo Núcleo de Inquéritos Policiais da Capital.

Depois do cumprimento do mandado judicial, o suspeito foi encaminhado para a Polinter, onde aguardará apresentação em audiência de custódia nesta quarta-feira (31). Ele já tem registro criminal anterior e responde a ação penal de 2012 pelo mesmo crime. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://matogrossoemfoco.com.br/.