29/05/2024 às 20h45min - Atualizada em 30/05/2024 às 00h01min

Governador alerta bandido que matou PM: "Se resistir, terá tratamento igual"

O governador Mauro Mendes (União Brasil) determinou à cúpula da Segurança Pública de Mato Grosso, nesta quarta-feira (29), que se houver resistência à prisão por parte do homem que executou o sargento da Polícia Militar, Odenil Alves, na terça (28), em frente à UPA Morada do Ouro, em Cuiabá, o tratamento deve ser retribuído à altura.Uma das hipóteses é que o crime se trate de uma...

RDNews
https://www.rdnews.com.br/executivo/governador-alerta-bandido-que-matou-pm-se-resistir-tera-tratamento-igual/193813

O governador Mauro Mendes (União Brasil) determinou à cúpula da Segurança Pública de Mato Grosso, nesta quarta-feira (29), que se houver resistência à prisão por parte do homem que executou o sargento da Polícia Militar, Odenil Alves, na terça (28), em frente à UPA Morada do Ouro, em Cuiabá, o tratamento deve ser retribuído à altura.
Uma das hipóteses é que o crime se trate de uma retaliação a morte de Micael Oliveira Medeiros, vulgo Satã, no domingo (24), no bairro Jardim Vitória, em confronto com militares da Força Tática.
"A minha ordem foi muito clara para os comandantes da Polícia Militar, secretário de Segurança Pública [César Roveri] e Polícia Civil: investiguem, identifiquem e prendam. Se houver resistência na prisão, que dê a ele o mesmo tratamento que deu ao nosso policial militar", declarou o gestor.


Secom-MT

Mauro questionou ainda a atuação dos Direitos Humanos quanto à falta de suporte para a família do militar executado e de outras tantas famílias que perdem seus entes de maneira injusta, enquanto do outro lado, segundo ele, estão sempre de prontidão para defender o direito dos criminosos e encarcerados.
"Ninguém se preocupa com a vítima. Cadê os Direitos Humanos gritando pela morte desse policial ou pela morte de tantas outras que são assassinadas pelo crime organizado no dia a dia? Cadê os Direito Humanos falando da família daquelas pessoas? Agora, vai você bater em um bandido ou a polícia matar... Ninguém [da Defensoria Pública de Mato Grosso ou Comissão da OAB-MT] me procurou", argumentou.
O governador é um dos defensores do endurecimento das leis no Congresso Nacional e até a "estadualização" do Código Penal, concedendo aos estados o poder de garantir que as penas impostas sejam cumpridas integralmente. 
"Já disse isso muitas vezes: o bandido está perdendo o medo do Estado, da polícia e da lei. Não liga de ser preso, ele ostenta a tornozeleira eletrônica. Isso é culpa de lei frouxa, de um tratamento equivocado que a sociedade e as leis brasileiras estão dando aos bandidos", completou.
O caso
O PM Odenil Alves foi surpreendido por um homem em uma moto, em frente à UPA Morada do Ouro, em Cuiabá, e alvejado com um tiro na cabeça, no fim da tarde dessa terça. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu durante uma cirurgia no Hospital Municipal de Cuiabá, horas depois. Ainda durante a noite, o comandante-geral da Polícia Militar Alexandre Mendes ordenou uma "caçada" aos envolvidos no crime. OPERAÇÃO EM ANDAMENTO Governador alerta bandido que matou PM: "Se resistir, terá tratamento igual" Mauro alerta bandido que matou PM: "Se resistir, terá tratamento igual" Mauro Mendes se reuniu com cúpula da Segura Pública nesta quarta e exigiu empenho na procura do assassino de PM

Fonte: https://www.rdnews.com.br/executivo/governador-alerta-bandido-que-matou-pm-se-resistir-tera-tratamento-igual/193813


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://matogrossoemfoco.com.br/.