14/06/2024 às 20h55min - Atualizada em 15/06/2024 às 00h01min

Buzetti manda Abílio “caçar o que fazer” e cobra debate sério sobre PL do Aborto

Montagem/ReproduçãoApós o deputado federal Abílio Brunini (PL) afirmar na tribuna da Câmara dos Deputados que mulheres fazem aborto para "curtir a vida", a senadora Margareth Buzetti (PSD) recorreu às redes sociais para sugerir que o parlamentar “vá caçar o que fazer” ao invés de tentar endurecer as penas para vítimas de estupro mais do que a punição atual prevista para os próprios...

RDNews
https://www.rdnews.com.br/legislativo/buzetti-manda-abilio-cacar-o-que-fazer-e-cobra-debate-serio-sobre-pl-do-aborto/194597


Montagem/Reprodução

Após o deputado federal Abílio Brunini (PL) afirmar na tribuna da Câmara dos Deputados que mulheres fazem aborto para "curtir a vida", a senadora Margareth Buzetti (PSD) recorreu às redes sociais para sugerir que o parlamentar “vá caçar o que fazer” ao invés de tentar endurecer as penas para vítimas de estupro mais do que a punição atual prevista para os próprios estupradores.
A polêmica envolve o Projeto de Lei 1904/2024, que classifica o aborto após 22 semanas como homicídio, o que significa que mulheres vítimas de estupro que interromperem a gestação além desse prazo podem ser condenadas a até 20 anos de prisão. Em vídeo postado nas redes sociais Buzetti posicionou-se contra o projeto e criticou Abílio, acusando-o de generalizar todas as mulheres como irresponsáveis e criminosas.
"Ouvi um deputado dizendo por aí que mulheres fazem aborto para curtir a vida. Meu filho, vai caçar o que fazer. Eu tive dois abortos espontâneos e posso te garantir: não é fácil! Agora você falando dessa forma, você julga todas as mulheres como se fossem irresponsáveis, como se estivessem tirando uma vida. Isso é inaceitável. Precisamos de mais responsabilidade nessa discussão, e é isso que espero do Senado Federal quando este projeto chegar lá", disparou.

Abílio tem defendido o PL argumentando que está protegendo a vida da criança concebida, que não tem culpa de ser fruto de um estupro. Para a senadora, o PL 1904/2024 serve para penalizar ainda mais meninas e mulheres que forem estupradas, obrigando-as a enfrentar não só a violência sofrida, mas também o risco de uma longa pena de prisão conforme proposto pelo projeto.
"Pais do aborto"
Buzetti argumenta ainda que é crucial discutir o papel dos homens nesta questão, referindo-se a eles como "pais do aborto". Ela defende que o que deveria estar sendo discutido é o Projeto Antifeminicídio, de sua autoria, que propõe aumento da pena para homens que cometem feminicídio, ao invés de o Congresso estar julgando e penalizando ainda mais as vítimas de estupro.
"Nenhuma mulher espera 22 semanas para fazer um aborto por vontade própria, porque realizar um aborto legal no Brasil é extremamente difícil e complicado. Espero que, quando este projeto chegar ao Senado, possamos ter uma discussão ampla e séria nas comissões responsáveis", ressaltou.
A senadora também alertou que, a cada oito minutos, uma menina ou mulher é vítima de estupro no Brasil, considerando um absurdo que, apesar do crime cometido, o estuprador receba uma pena de 12 anos, enquanto a vítima possa enfrentar uma pena de até 20 anos. "INACEITÁVEL" Buzetti manda Abílio “caçar o que fazer” e cobra debate sério sobre PL do Aborto Buzetti manda Abílio “caçar o que fazer” e cobra debate responsável Em vídeo, senadora critica severamente projeto que equipara o aborto ao crime de homicídio

Fonte: https://www.rdnews.com.br/legislativo/buzetti-manda-abilio-cacar-o-que-fazer-e-cobra-debate-serio-sobre-pl-do-aborto/194597


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://matogrossoemfoco.com.br/.