Mato Grosso em Foco Publicidade 1200x90
24/02/2023 às 19h30min - Atualizada em 24/02/2023 às 20h31min

Dirigente do Fed, Loretta Mester avalia que inflação ainda segue bem acima da meta nos EUA

Mais cedo, a presidente do Fed de Boston, Susan Collins, afirmou que novas altas de juros serão necessárias

Infomoney
https://www.infomoney.com.br/economia/dirigente-do-fed-loretta-mester-avalia-que-inflacao-ainda-segue-bem-acima-da-meta-nos-eua/

A presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em Cleveland, Loretta Mester, afirmou nesta sexta-feira, 24, que dados recentes da economia dos Estados Unidos vêm indicando que a política monetária restritiva do Fed está tendo o efeito desejado em reduzir a pressão nos preços. Entretanto, ainda sim, avaliou que a inflação segue bem acima da meta de 2% ao ano.

Segundo a dirigente, que participou nesta sexta em evento sobre política monetária, “o retorno da economia à estabilidade de preços é um imperativo para sustentar mercados de trabalho saudáveis e o padrão de vida dos EUA”, visto que a inflação alta vem sendo dolorosa para as famílias.

Mais cedo, a presidente do Fed de Boston, Susan Collins, afirmou que novas altas de juros serão necessárias e que o banco central dos EUA deverá manter “nível suficientemente restritivo por algum tempo” para controlar a inflação.

Segundo Susan Collins, que não vota nas reuniões deste ano do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc), a inflação está muito elevada e os dirigentes do banco central ainda teriam “trabalho a fazer” para trazê-la de volta à meta de 2%.

“Também tenho plena ciência dos riscos e incertezas do combate à inflação, incluindo a perda de confiança dos consumidores e das empresas”, ressaltou a dirigente. “Continuo otimista de que existe um caminho para restaurar a estabilidade de preços sem uma desaceleração significativa da economia americana”.

Para Susan Collins, o Fomc precisa responder a pressões inflacionárias causadas por gargalos na oferta, apesar de não conseguir atuar sobre a cadeia em si.

Ela relatou que a dificuldade inicial em endereçar esses problemas na retomada econômica após a pandemia levou ao atual processo de aperto monetário. “Erros sobre ritmo de recuperação da oferta foram largos e persistentes. Gargalos da cadeia de suprimentos e restrições à oferta de mão de obra operaram ao mesmo tempo, agravando os erros de previsão”, apontou a dirigente.

Susan Collins analisa que o avanço da política monetária restritiva tem auxiliado no alívio dessas pressões, permitindo os primeiros sinais de desaceleração nos preços de bens e inflação salarial. No entanto, essas melhoras demoraram além do esperado para se materializar, afirmou.

A dirigente também destacou que suas visões são embasadas em informações disponíveis e que indicadores de amplo alcance são úteis na avaliação de opções para a política monetária.

The post Dirigente do Fed, Loretta Mester avalia que inflação ainda segue bem acima da meta nos EUA appeared first on InfoMoney.



Fonte: https://www.infomoney.com.br/economia/dirigente-do-fed-loretta-mester-avalia-que-inflacao-ainda-segue-bem-acima-da-meta-nos-eua/


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://matogrossoemfoco.com.br/.